Você está aqui: Página Inicial / Seminário discute padronização de bases cartográficas na Amazônia

Notícia

Seminário discute padronização de bases cartográficas na Amazônia

O encontro reuniu representantes de órgãos federais, estaduais e municipais de fiscalização e controle do meio ambiente do Amazonas

Por Willian Cavalcanti

Seminário reuniu representantes de órgãos municipais, federais e estaduais

Seminário reuniu representantes de órgãos municipais, federais e estaduais

O Centro Regional de Manaus (CR-MN), órgãos federais, estaduais e municipais de fiscalização e controle do meio ambiente se reuniram, nesta segunda-feira (23/7), para discutir o mapeamento cartográfico único para o Amazonas durante o “1º Seminário para Discussão da Padronização das Bases Cartográficas do Estado”. O encontro, realizado na sede do CR-MN, em Manaus (AM), é fruto de parceria com o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (IPAAM) e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA).

Segundo o gerente regional do CR-MN, Bruno Monteiro, faz parte da missão institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) promover a sinergia das instituições e agências que atuam na proteção da Amazônia Legal. “Louvamos a iniciativa das instituições buscarem a padronização das bases cartográficas. Isso facilitará a troca de informações e o trabalho de todos os participantes do evento”, disse.

Por meio da gestão do projeto Cartografia da Amazônia, o Censipam tem buscado, em parceria com o Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira, Marinha do Brasil e Serviço Geológico do Brasil (CPRM), reduzir o “grande vazio cartográfico” da região amazônica. Segundo o gerente do CR-MN, a implementação do Projeto AmazôniaSAR, com financiamento aprovado junto ao BNDES, permitirá a instalação de antenas receptoras de imagens de radar, em Manaus e Brasília, beneficiando todas as instituições que atuam na Amazônia.

De acordo com Marcelo Dutra, secretário da SEMA, o objetivo do evento é construir um instrumento que garanta mais agilidade, segurança e transparência da gestão do monitoramento, cadastramento e a gestão espacial do Estado. “Precisamos construir uma solução comum para a gestão ambiental do Amazonas e estabelecer padrões das informações. Esse seminário é apenas o início de uma importante proposta de unificação das bases cartográficas”, disse o secretário na abertura do encontro.

Participaram do seminário representantes do CR-MN do Censipam, Ministério Público Estadual (MPE), Secretaria de Política Fundiária (SPF), Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMAS), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA/AM), Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia (SEPLANCT), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Secretaria de Regularização Fundiária da Amazônia Legal (SERFAL), Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Superintendência do Patrimônio da União (SPU).