Você está aqui: Página Inicial / Repique provoca subida do Madeira até dia 30

Notícia

Repique provoca subida do Madeira até dia 30

Previsão dos técnicos do Centro Regional de Porto Velho é normalizar a partir de junho. Chuvas darão trégua na primeira quinzena.
Imagem de satélite usando para monitorar as chuvas

Imagem de satélite usando para monitorar as chuvas

Os repiques provocados pelas chuvas concentradas na bacia do rio Beni continuam a aumentar o nível do rio Madeira. Hoje (23), a conta do rio é de 16 metros e 32 centímetros. A perspectiva é que continue subindo o nível do rio até segunda-feira (26). Depois começa a descer, mas um novo repique deverá acontecer até o dia 30 de maio. A partir de junho, a perspectiva é de não chover na primeira quinzena.

“Sem chuvas na bacia do rio Beni, chegaremos a uma situação de normalidade, pois, o rio vai baixar de 10 a 12 centímetros por dia”, ressalta a coordenadora Operacional do Centro Regional de Porto Velho, Ana Strava. Segundo ela, a máxima do rio Madeira, nesta enchente histórica, chegou a 19 metros e 72 centímetros.

De acordo com Strava, o repique, que deverá acontecer até o dia 30, é fruto de chuvas que caíram nos últimos cinco dias. “Essas chuvas terão reflexo ainda na elevação do rio Madeira”, ressalta. A precipitação é monitorada pelo Sipam pelos satélites meteorológicos GOES, NOAA e ainda pelo TRMM, da Nasa.

As informações constam no Informe Técnico, elaborado pelo CR/Porto Velho, encaminhado periodicamente para as Defesas Civis de Porto Velho, Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) e Governo do Estado.


Confira o link do boletim elaborado pelos técnicos 

http://www.sipam.gov.br/noticias/informes-tecnicos-do-rio-madeira