Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Transição para a estação chuvosa já começou em Rondônia

Notícia

Transição para a estação chuvosa já começou em Rondônia

O Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) concluiu nessa semana a previsão da meteorologia para o período de transição da estação seca (verão amazônico) para a chuvosa (inverno amazônico), que compreende os meses de setembro a novembro. A mudança no tempo já teve início em agosto, quando começaram a ser registradas chuvas isoladas, que deixaram os índices pluviométricos acima da média para a maior parte de Rondônia, com exceção do Vale do Guaporé. “As chuvas não foram muito intensas, mas nesse período de julho e agosto – o mais seco do ano – qualquer precipitação já deixa os registros acima da média”, diz Luiz Alves, meteorologista do Sipam. Um fator que contribuiu para a maior ocorrência de chuvas é o princípio do fenômeno El Niño, que influencia o ciclo das chuvas em todo o mundo, devido ao aquecimento anormal das águas do Oceano Pacífico tropical. Em Rondônia, o fenômeno tornou a estação seca menos rigorosa neste ano.
 
Para o próximo trimestre, a tendência continua, com previsão de chuvas acima da média no centro-sul e oeste de Rondônia. Aos poucos, as chuvas começam a ser registradas com mais frequência, sobretudo no início da noite, e não ocorrerão mais longos períodos secos. Segundo o meteorologista, a população precisa estar atenta à ocorrência de temporais, com ventos fortes e raios, tradicionais nesse período e agravados pelas queimadas. “Nessa época as nuvens precisam absorver muito mais umidade que o normal para chegar ao estágio de provocar chuva, por isso, quando atingem esse nível já estão robustas e formam temporais”, explica Luiz.
 
Já as temperaturas, que em agosto ficaram de um a dois graus acima da média na região de Porto Velho e Machadinho D’Oeste, tenderão à normalidade a partir de setembro. Mesmo assim, o calor ainda persiste, sem previsão de novas friagens. Os fenômenos, registrados com maior frequência entre julho e agosto, ocorreram mais de 10 vezes esse ano. Tiveram, porém, intensidades fracas e moderadas, sem queda significativa nas temperaturas. Em 2009, somente os moradores da região de Vilhena puderam aproveitar o friozinho, que deixou a temperatura abaixo da média em agosto na região.


Assessoria de Comunicação Social do Sipam
Telefone: (61) 3214-0257
e-mail: comunicacaosocial@sipam.gov.br