Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Tecnologia do Sipam garante implantação da Justiça Eletrônica no AM

Notícia

Tecnologia do Sipam garante implantação da Justiça Eletrônica no AM

As comarcas do interior do Amazonas vão ingressar, em 2008, definitivamente na era da informatização e da comunicação eletrônica instantânea.

As comarcas do interior do Amazonas vão ingressar, em 2008, definitivamente na era da informatização e da comunicação eletrônica instantânea, utilizando as soluções de telecomunicação do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam). Esse projeto, chamado de “Justiça Eletrônica”, é resultado de parceria firmada entre o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) e o Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJ/AM). Serão beneficiados, no primeiro estágio do projeto, 20 municípios do interior amazonense.

Após um período de testes, o projeto de interligação de comarcas do interior com Manaus foi aprovado tecnicamente. Para formalizar a parceria e permitir a implantação efetiva dos equipamentos de telecomunicações do Sipam no interior, o Diretor-Geral do Censipam, Marcelo de Carvalho Lopes, e o presidente do TJ/AM, Desembargador Hosannah Florêncio de Menezes, assinaram nesta quarta-feira, 13 de fevereiro, Acordo de Cooperação Técnica. A cerimônia ocorreu na sede do Tribunal de Justiça, com a presença do Diretor Administrativo e Financeiro do Censipam, Rogério Guedes Soares; do Diretor Técnico e Operacional, Wougran Galvão; e do Gerente do Centro Técnico e Operacional do Sipam em Manaus (CTO/MN), Bruno da Gama Monteiro. Membros da Corte do TJ/AM, juízes auxiliares, representantes da Associação Amazonense de Municípios e prefeitos dos municípios beneficiados pelo projeto também compareceram à cerimônia de assinatura do Acordo de Cooperação Técnica.

O primeiro município a ser beneficiado será Parintins. Também vão ganhar interligação com o TJ/AM as comarcas de Benjamin Constant, Boca do Acre, Borba, Carauari, Coari, Guajará, Humaitá, Iranduba, Itacoatiara, Manacapuru, Manicoré, Maués, Nhamundá, Novo Airão, Parintins, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, São Gabriel da Cachoeira, Parintins e Tefé.

A parceria entre Sipam e TJ/AM é benéfica para as duas instituições. O Sipam potencializa a utilização da sua rede de telecomunicações cativa, agregando uma nova e importante finalidade para o seu parque tecnológico e o TJ/AMgarante acesso a uma solução confiável de telecomunicações e com baixíssimo custo. Segundo o Diretor-Geral do Censipam, a interligação entre as comarcas e Manaus representaria despesa anual de cerca de R$ 1,5 milhão para o TJ/AM, valor que não terá de ser desembolsado, uma vez que será aplicada a rede do Sipam. O Sipam, por sua vez, não terá despesas adicionais, pois utilizará um sistema que já está implantado. O presidente do TJ/AM, Desembargador Hosannah Florêncio de Menezes, explica que o mais importante obtido do projeto é garantir maior rapidez para a Justiça. “Assuntos que levavam até 15 dias para serem resolvidos, agora serão solucionados em minutos, por meio do computador”, diz.

Ascom/Censipam