Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Sipam inicia retirada, manutenção e instalação de 18 antenas VSAT

Notícia

Sipam inicia retirada, manutenção e instalação de 18 antenas VSAT

VSAT do SipamO Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) inicia no próximo dia 20 de julho a terceira etapa da missão que fará a manutenção, retirada e instalação de 18 terminais VSAT, equipamentos que oferecem acesso à Internet e telefonia a regiões remotas da Amazônia Legal. O Sipam possui cerca de 580 antenas instaladas em prefeituras, postos da Funai, Ibama, Embrapa, quartéis das Forças Armadas, unidades da Receita e da Polícia Federal, Poder Judiciário e em outras instituições conveniadas. Nesta etapa, as operações serão feitas em 16 municípios no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Goiás. As missões anteriores, que também incluíram Rondônia, duraram dois meses e percorreram 51 localidades, de um total de 69 previstas em todo o circuito.

A operação de manutenção e realocação de equipamentos realizada este ano tem o objetivo de aproveitar melhor a tecnologia que hoje está instalada em cidades que já têm acesso à Internet de alta velocidade. As VSAT’s serão colocadas em localidades sem acesso à rede de computadores e à telefonia convencional. Na etapa recém encerrada, os técnicos do Sipam percorreram 6.000 quilômetros por estradas precárias e regiões sem acesso rodoviário. O assessor do Sipam, Vamildo Pierre, relata que em um dos percursos foi necessário abrir cerca de 40 porteiras, pois a malha viária corta inúmeras propriedades.  Além das dificuldades naturais, o período chuvoso e as altas temperaturas acrescentaram outros desafios à equipe, que foi obrigada a se proteger e desviar de animais como jacarés e bandos de pacas.

A Frente Etno-Ambiental que a Funai mantém na tribo Massaco, no sul de Rondônia, próximo à fronteira com a Bolívia, foi um dos locais visitados pela equipe do Sipam, na etapa concluída em junho. O terminal VSAT, composto pela antena, computador e telefone, estava inoperante e precisava de manutenção. Por ser o único meio de contato entre a etnia e o mundo exterior, a tecnologia é fundamental para chamar o socorro em caso de acidentes (picada de cobra, ataque de animais) ou mesmo contaminação por alguma doença.

Para chegar na tribo Massaco, os técnicos do Sipam percorram um longo percurso desde Cuiabá até Alta Floresta d’Oeste (RO), município mais próximo da aldeia. “Apenas para percorrer o trecho final, com menos de 100 quilômetros, a equipe precisou de mais de seis horas, tendo que buscar ajuda para sair de um atoleiro onde permaneceram por quatro horas. A missão exige muito preparo físico, já que alguns trechos são percorridos a pé, dentro d’água, carregando cerca de 20 quilos em ferramentas, necessárias à manutenção”, relatou Pierre. A fase que inicia no próximo dia 20 é considerada uma das menos difíceis, pois será numa região mais bem servida em termos de estradas e, principalmente, acontecerá fora do período mais chuvoso, no qual as estradas estão com muitos atoleiros e o risco de acidentes é maior. A tabela que segue identifica as localidades e órgãos que receberão a visita dos técnicos do Sipam na terceira etapa.

LOCALIDADE UF ÓRGÃO
JACIARA MT PREFEITURA
JUSCIMEIRA MT
PREFEITURA
POXORÉO MT
PREFEITURA
CAMPO GRANDE
MS
EXÉRCITO
PRIMAVERA DO LESTE
MT
PREFEITURA
PARANATINGA MT
PREFEITURA
BARRA DO GARÇAS
MT
PREFEITURA
BARRA DO GARÇAS
MT
FUNAI
ÁGUA BOA
MT
PREFEITURA
CANARANA MT
PREFEITURA
CANARANA MT
FUNAI
SÃO FÉLIX DO ARAGUAIA
MT
AEROPORTO
CONFRESA MT
PREFEITURA
SANTA ISABEL DO MORRO
TO
FUNAI
SANTA TEREZINHA
MT
IBAMA
ARAGARÇAS
ALTO ARAGUAIA
GUIRATINHA
GO
MT
MT
EXÉRCITO
PREFEITURA
PREFEITURA


Assessoria de Comunicação Social do Sipam
Telefone: (61) 3214-0257
e-mail: comunicacaosocial@sipam.gov.br