Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Sipam fortalece ações no Amazonas

Notícia

Sipam fortalece ações no Amazonas

O Sipam, junto com outras quatro instituições federais, participou da implantação do Centro Integrado de Proteção da Amazônia, em Tabatinga, na fronteira com a Colômbia.

O Sipam, junto com outras quatro instituições federais, participou da implantação do Centro Integrado de Proteção da Amazônia, em Tabatinga, na fronteira com a Colômbia

O Centro Integrado de Proteção da Amazônia (CIPA) foi inaugurado na manhã desta quinta-feira, sete de agosto, em Tabatinga, Estado do Amazonas. A unidade está instalada em um ponto estratégico, na fronteira do Brasil com a Colômbia. A instalação do Cipa é uma ação conjunta do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), Departamento de Polícia Federal (DPF), Receita Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Comando Militar da Amazônia (CMA).

Em Tabatinga, o Diretor-Geral do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), Marcelo de Carvalho Lopes, participou da inauguração do Cipa, evento que contou também com a presença do Diretor-Geral do Departamento de Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa. “Este Centro tem por objetivo fazer com que, de forma integrada, cada uma das instituições possa disponibilizar as informações que gera, garantindo efetivamente que haja uma ação conjunta em defesa das fronteiras.”, disse Lopes.

“Agora teremos de forma permanente colaboradores do Sipam atuando no Centro Integrado de Proteção da Amazônia, em Tabatinga”, destacou o Diretor-Geral do Censipam. O Diretor Administrativo e Financeiro do Sipam, Rogério Guedes Soares; e o Diretor Técnico e Operacional da instituição, Wougran Galvão, também participaram da inauguração do Cipa.

O Diretor-Geral do Censipam destacou que a instituição tem trabalhos em andamento no mapeamento de pistas de pouso e tráfego aéreo na região. Essa tarefa será reforçada com a entrada em operação de um novo radar aéreo tridimensional de identificação de aeronaves em baixa altitude, que iniciou hoje sua fase oficial de testes na região. Trata-se de um equipamento desenvolvido pelo Centro Tecnológico do Exército. “Esse radar estará em teste a partir da inauguração do Cipa. Mas já reservamos os recursos para fazer a aquisição do equipamento e depois torná-lo disponível de forma permanente ao Centro Integrado de Proteção da Amazônia”, destacou Lopes.

Durante a inauguração do Cipa, foram lançados o selo e o carimbo comemorativos do Sipam, alusivos aos seis anos da instituição. O Sipam foi criado em 17 de abril de 2002, data da publicação do Decreto nº 4.200, que transferiu a estrutura organizacional da instituição do Ministério da Defesa para Casa Civil da Presidência da República. O selo e o carimbo comemorativo trazem a imagem da logomarca do Sipam, concebida a partir da folha de uma árvore-símbolo da região, a Hevea brasiliensis, a seringueira. É uma planta nativa da Amazônia, de onde se obtém o látex, que dá origem à borracha natural. O Censipam, órgão vinculado à Casa Civil da Presidência da República, atua nos nove Estados da Amazônia Legal, ou seja, sobre uma área de 5,2 milhões de quilômetros quadrados, o que representa mais de 60% do território brasileiro.

Ascom/Censipam