Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Sipam e ICMBio discutem parceria na Amazônia

Notícia

Sipam e ICMBio discutem parceria na Amazônia

Sipam e ICMBio iniciaram discussões para elaboração de um amplo acordo de cooperação técnica.

O Presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio), Rômulo Mello, esteve nesta terça-feira (30), na sede do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), em Brasília, para discutir com o órgão a possibilidade de trabalhos em conjunto na região amazônica. O presidente e sua comitiva foram recebidos pelo diretor-geral do Sipam, Marcelo Lopes e pelo diretor de produtos, Wougran Galvão.

Ficou definido que o ICMBio irá fazer um levantamento sobre as Unidades de Conservação que estão na Amazônia Legal, e sobre as demandas que o Sipam  poderá atender. Para Rômulo Mendes, a conseqüência da parceria será a melhoria nos  dos resultados desenvolvidos pelas duas instituições, "sem dúvida o apoio tecnológico do Sipam será fundamental para realizarmos o nosso trabalho, por isso, na minha avaliação  devemos discutir a  um acordo de cooperação macro e na medida do possível faremos um intercambio com as informações de campo dos dois órgãos".

Marcelo Lopes falou sobre o momento de reestruturação pelo qual o Sipam passa atualmente, com direcionamento da atuação institucional a partir da definição de prioridades, feito através do planejamento estratégico.  Já estamos atuando em várias frentes, "no mês de setembro além de outras ações importantes que ocorreram, como, por exemplo, o lançamento do projeto Cartografia da Amazônia, estamos trazendo através de processo seletivo, para trabalharem em áreas estratégicas dentro do Sipam, especialistas que tem muito a contribuir com o Sistema", ressaltou o diretor.

Já Wougran Galvão, destacou a importância do monitoramento nas Unidades de Conservação (UC's)feito pelo Sipam através do Programa de Monitoramento de Áreas Especiais (ProAE), o programa foi implantado em 2005 e anualmente divulga informações sobre desmatamento em terras indígenas e Unidades de Conservação (UC's). Segundo o diretor o ProAE foi concebido da melhor forma possível para disponibilizar informações a partir de metodologia simples e gratuita. "Em 2007 houve avanço significativo do programa, caso se identifique problemas graves, antes da conclusão da interpretação dos dados o Sipam emite um alerta para que os órgãos responsáveis possam tomar providencias em tempo hábil", informou Galvão.

Assessoria de Comunicação Social do Sipam
Telefone: (61) 3214-0257
e-mail: comunicacaosocial@sipam.gov.br