Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Sipam divulga boletim climático no segundo Alerta de Cheias de Manaus em 2009

Notícia

Sipam divulga boletim climático no segundo Alerta de Cheias de Manaus em 2009

{mosimage}O segundo alerta de cheias de Manaus em 2009 foi realizado nesta quinta-feira (30), no Serviço Geológico do Brasil (CPRM), e contou com a participação do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) e de órgãos federais, estaduais, municipais e da imprensa. Um dos dados divulgados durante o evento foi à cota do rio Negro. “No Porto de Manaus a cota registrada hoje foi de 28,68m, um metro a menos que a cota registrada na maior cheia da história do Estado em 1953, que atingiu 29,69m”, informou Marcos Antonio Oliveira, superintendente regional do Serviço Geológico do Brasil (CPMR).
 
De acordo com Marcos Oliveira, esses números permitem prever a magnitude da cheia em 2009. “O pico das cheias ocorre ordinariamente no mês de junho, o que nos permite prever que a cota variável deve oscilar entre 29,25 e 29,95m. Caso ultrapasse os 29,69m, será considerada a maior cheia dos últimos cem anos”.
 
Durante as apresentações, o chefe da Divisão de Meteorologia do Centro Regional do Sipam em Manaus, Ricardo Dallarosa, divulgou o Boletim Climático da Amazônia, informativo com a previsão climática dos próximos três meses. “O prognóstico é de ocorrência de chuvas acima dos padrões climatológicos nas regiões que abrangem o estado de Roraima, norte dos estados do Amazonas, do Pará e do Maranhão e, também, o sul e leste do Amapá. Nas demais áreas, a previsão é de permanência dentro das médias históricas”, informou Dallarosa.
 
Na temperatura, o meteorologista informou que a previsão é de que seja ligeiramente abaixo dos padrões climatológicos no Acre, oeste-sudoeste de Rondônia e sudoeste do Mato Grosso. “As temperaturas ficam pouco acima dos padrões climatológicos no leste e nordeste do Mato Grosso, sudeste do Pará, sul do Maranhão e no Tocantins. Nas demais áreas, permanecem dentro dos padrões climatológicos. Durante o período, ocorrem no sul da Região Amazônica os fenômenos conhecidos como Friagens, caracterizados pela entrada de ar frio e a brusca queda de temperatura”, disse Ricardo Dallarosa.
 
As Defesas Civis Estadual e Municipal também participaram da reunião e afirmaram estar preparadas para enfrentar eventuais desastres naturais. Segundo o secretário executivo do Subcomando de Ações de Defesa Civil (Subcomadec) do Amazonas, Tenente Coronel Roberto Rocha Guimarães, o órgão está trabalhando em quatro frentes: no monitoramento em conjunto com o Sipam; em uma assessoria do Governo; na parte judicial; e na ajuda humanitária. “Queremos de todas as formas tentar minimizar os estragos das cheias”, concluiu o militar. O último Alerta de Cheias de 2009 será realizado no dia 31 de maio.
 
Assessoria de Comunicação Social do Sipam
Telefone: (61) 3214-0257
e-mail: comunicacaosocial@sipam.gov.br