Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Sipam discute prevenção de queimadas em Porto Velho

Notícia

Sipam discute prevenção de queimadas em Porto Velho

O Centro Técnico e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia em Porto Velho (CTO/PV) realiza nesta segunda-feira, 30 de abril, o encontro de especialistas “Oficina Sobre as Queimadas em Rondônia”. O evento ocorre justamente no período em que estiagem já começa a se fazer presente no Estado, quando começam as queimadas que costumam trazer incômodos para a população e preocupação para os administradores públicos.

Em anos anteriores, nos meses de agosto e setembro, portanto no auge da estiagem, a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) chegou a registrar períodos de paralisação do aeroporto de Porto Velho devido à precariedade das condições de visibilidade provocada pela fumaça. Outros efeitos mais nocivos sobre a população se manifestam no agravamento de doenças respiratórias. Os danos não se restringem às cidades. No campo, o uso prolongado do fogo produz o empobrecimento do solo e redução da produtividade agrícola.

Na Oficina que ocorre na segunda-feira no CTO de Porto Velho serão discutidos temas como o motivo da população continuar utilizando o fogo para a renovação de pastos e limpeza de terrenos, apesar de a prática trazer tantos malefícios. Especialistas buscarão traçar qual será a duração do período de seca em 2007 e apresentar propostas de ações de prevenção para minimizar os problemas das queimadas.

Estarão presentes especialistas do Sipam, da Secretaria de Desenvolvimento Ambiental de Rondônia (Sedam), do Batalhão de Polícia Ambiental, do Instituto Brasileiro de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), Fundação Nacional do Índio (Funai), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Associação de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO), Ministério Público, Infraero, Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A Oficina, reunindo representantes de 11 instituições, terminará com a elaboração de um documento com propostas para apoiar a redução de queimadas em Rondônia em 2007. Esse documento será entregue aos órgãos parceiros do Sipam, assim como ao Ministério do Meio Ambiente. A meta da Oficina é elaborar uma proposta conjunta de diversos órgãos do Estado para tornar ainda mais eficaz a prevenção de queimadas. A Oficina será coordenada por Ana Cristina Strava, Chefe da Divisão Ambiental do CTO/PV.
 
Ascom/Censipam