Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Sipam conclui levantamento das estradas de Rondônia

Notícia

Sipam conclui levantamento das estradas de Rondônia

Técnicos do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) estarão em campo a partir de hoje (29) para concluir a identificação das estradas rurais de Rondônia. O Estado é o primeiro do país a ter suas rodovias e vicinais mapeadas com precisão de coordenadas geográficas. O trabalho de mapeamento começou há quatro anos e agora a missão dos técnicos é levantar cerca de 10% de estradas que ainda faltam ao mapa viário digital de Rondônia. Até o final deste ano, todos as estradas rondonienses estarão mapeadas.

O trabalho dos técnicos do Sipam consiste em percorrer as estradas que não constavam em nenhum mapa já existente. Usando um GPS (sigla em inglês para Sistema de Posicionamento Global) de uso topográfico, os técnicos vão mapeando estradas pavimentadas e de terra, além de vias que levam a vilarejos e povoados. A conclusão dos trabalhos de levantamento e atualização das estradas foi dividida em três missões de campo. A primeira começará amanhã e levantará, durante 15 dias, as novas estradas rurais em parte dos municípios de Candeias do Jamari, Itapuã D'Oeste, Cujubim e Machadinho D'Oeste. Ainda este ano serão levantadas as estradas que faltam em parte dos municípios de Buritis, Porto Velho, Ariquemes, Chupinguaia, Cerejeiras e Corumbiara. Inédito no país, o mapa viário digital de Rondônia é produto da parceria do Sipam com vários órgãos públicos e servirá para atualizar a Base Cartográfica do Estado.

Mapas

Atualmente, cerca de 90% das estradas já estão mapeadas, o que representa o total de 43,5 mil quilômetros. Esta malha viária já está disponível para o público por meio da internet, no site www.sipam.gov.br. Acessando o site, o usuário pode formular mapas específicos de acordo com as suas necessidades. Por meio de um Sistema de Informações Geográficas (SIG), é possível cruzar os mapas das estradas com várias informações, como o traçado dos rios e igarapés, os limites das terras indígenas, unidades de conservação, assentamentos de Reforma Agrária, povoados e vilarejos, entre outros dados. A combinação destas informações permite a geração de mapas sob medida para as necessidades do usuário.. O sistema informatizado também é compatível com o Google Earth, que é gratuito e está disponível na Internet. Assim, é possível a geração de novas composições de mapas e também de Carta Imagem que auxiliam na visualização das áreas.

Varredura município por município

O trabalho de mapeamento da malha viária de Rondônia está sendo feito em parceria entre o Centro Técnico e Operacional de Porto Velho (unidade do Sipam), a Unidade Estadual do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (UE/IBGE/RO), a Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra/RO), o Departamento Estadual de Estradas e Rodagens (DER) e a Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan) de Rondônia.

O mapa viário digital atenderá às necessidades de informações que estes órgãos têm para suas ações. Saber onde existem moradores e como localizá-los, mesmo em povoados distantes, foi uma das motivações do projeto e principal necessidade do IBGE. Já o traçado das novas estradas é de extrema importância para o DER e prefeituras. Para o Incra, os dados mapeados são necessários para utilização em sua base digital de imóveis rurais.

Fonte: Ascom CTO/PV