Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Segunda fase do projeto REMAM é assunto de reunião no Sipam

Notícia

Segunda fase do projeto REMAM é assunto de reunião no Sipam

{mosimage} O primeiro encontro da segunda fase do projeto da Rede de Monitoramento de Eventos Extremos da Amazônia (Remam) foi realizado no Centro Regional do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) de Manaus no ultimo dia 30 de abril. O projeto visa integrar os vários sistemas de monitoramento e previsão do tempo na Amazônia, além de estabelecer uma forma de monitoramento, pesquisa e desenvolvimento que apóie efetivamente a previsão de fenômenos meteorológicos extremos, auxiliando na disseminação de informações aos órgãos gestores de prevenção e combate aos sinistros decorrentes.
 
Durante o encontro foi feito o planejamento do projeto para este ano e foi definido um cronograma para a execução das atividades com os respectivos responsáveis por cada ação. Uma das metas estabelecidas foi a realização de Oficinas de Trabalho de Climatologia com os agentes e técnicos das Defesas Civis, sob a responsabilidade do meteorologista do Sipam, Ricardo Dallarosa.

O próximo passo será agendar com as Defesas Civis o programa de realização das Oficinas. Dallarosa disse que já foram definidas as localidades que serão capacitadas, mas poderá haver alteração em função de questões de logística. Inicialmente, o objetivo é capacitar técnicos de Tabatinga, Tefé ou Coari, Parintins, Lábrea ou Humaitá, Manaus e Região Metropolitana, Macapá, Boa Vista, Porto Velho e, possivelmente, Cuiabá e São Luis”.
 
Segundo Dallarosa, já no início de maio deve iniciar um curso para os agentes e técnicos da Defesa Civil de Manaus. O curso tem duração de 24 horas e é dirigido aos técnicos e agentes de Defesa Civil que têm contato regular com a Divisão de Meteorologia do Sipam. O objetivo é nivelar os conhecimentos de meteorologia.
 
A rede de monitoramento e pesquisa de fenômenos meteorológicos extremos (Remam) é um projeto multi-institucional que tem como participantes pesquisadores de instituições de ensino e pesquisa, centros de previsão e defesas civis da região amazônica. A Remam é apoiada operacionalmente pela rede de monitoramento regional composta pelos radares do Sipam, pela rede observacional de estações meteorológicas do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e dos núcleos estaduais de meteorologia, e pela estrutura operacional da previsão de tempo e clima baseada em modelos numéricos regionais.

Assessoria de Comunicação Social do Sipam
Telefone: (61) 3214 0257 e (61) 3214 0296
e-mail: comunicacaosocial@sipam.gov.br