Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Pesquisadores querem conhecer o maior cerrado do sul da Amazônia

Notícia

Pesquisadores querem conhecer o maior cerrado do sul da Amazônia

Sipam ajudará com mapas e monitoramento do desmatamento
Uma equipe de 34 pessoas - entre elas pesquisadores de várias áreas do conhecimento e analistas ambientais do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) – começa hoje (11) uma missão para identificar a variedade de fauna e flora do Parque Nacional dos Campos Amazônicos. Os dados coletados servirão para elaborar o plano de manejo daquela unidade de conservação. Segundo a analista Érica Coutinho, do ICMBio, o Parque está ameaçado pelo avanço da fronteira agrícola e possui uma das maiores biodiversidades da Amazônia, já que tem “o maior cerrado do sul
da Amazônia”.

O geógrafo Maurício Silva, do Centro Regional de Porto Velho do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), explica que o Parque Nacional dos Campos Amazônicos possui 875 mil hectares e está localizado na divisa dos Estados de Rondônia, Mato Grosso e Amazonas.“O Parque tem vegetação
de floresta e também de cerrado. Neste território há dois animais ameaçados de extinção – o veado campeiro e o cervo do Pantanal. Na parte de floresta existe muita pressão do desmatamento, principalmente nos municípios de Colniza (MT) e Machadinho D'Oeste (RO)”, disse. O Sipam está apoiando o ICMBio com a produção de mapas e monitoramento, via satélite, do desmatamento.

O Parque é uma unidade de preservação integral - onde só são permitidas pesquisas científicas, atividades de educação ambiental e turismo ecológico - e está sob a responsabilidade do ICMBio. “A partir dos estudos, teremos como estabelecer a melhor forma de gerir o Parque”, disse a analista Érica Coutinho. Segundo ela, a coleta dos materiais de pesquisa da fauna e da flora vai durar 20 dias. Após a coleta, serão feitas análises e o estágio final é o plano de manejo do Parque. "Geralmente todas estas etapas duram cinco anos, mas estamos implantando uma nova metodologia e queremos terminar o plano de manejo em 18 meses”, finalizou.

Assessoria de Comunicação Social do Sipam
Telefone: (61) 3214-0257
e-mail: comunicacaosocial@sipam.gov.br