Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Gerente de Manaus participa do lançamento do Projudi

Notícia

Gerente de Manaus participa do lançamento do Projudi

tjdsc_8966.jpg
Brasília (27/11/2012) - O gerente do Centro Regional de Manaus do Censipam, Bruno Monteiro, participou, na manhã da última segunda-feira (26), no Fórum de Justiça de Presidente Figueiredo, (a 107 quilômetros de Manaus) do lançamento do Sistema de Processo Judicial Eletrônico – Projudi, que utiliza a rede de telecomunicações via satélite permitindo o acesso à internet banda larga.

“O Projudi é um projeto que conta com 59 Terminais de Usuários Remotos do Sipam, compostos por antenas de comunicação via satélite e equipamentos de transmissão e recepção, instalados em todas as Comarcas do TJAM no Estado do Amazonas. Trata-se de um projeto pioneiro e de sucesso em face das grandes dificuldades de logística para instalação dos Terminais nos municípios amazonenses e pela celeridade que trouxe para a Justiça do Estado”, explicou Bruno Monteiro, gerente do Centro Regional de Manaus.

Em 2008, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), assinou um acordo de cooperação técnica com o Sipam, para obtenção dos meios de comunicação necessários para que a Justiça amazonense pudesse adotar o Projudi – software de tramitação de processos judiciais mantidos pelo CNJ.
 
Com as antenas VSAT, o TJ-AM garante acesso à comunicação simultânea de voz e dados, via internet, além de baixíssimo custo, pois o Sipam oferece os serviços sem ônus. A população dos municípios beneficiados terá serviços mais ágeis e com melhor qualidade.  Atualmente, 61 comarcas do Amazonas, 59 já possuem as antenas VSAT, o que garante a comunicação simultânea de voz e dados, via Internet.

Segundo o corregedor-geral de Justiça e coordenador da Tecnologia da Informação do TJAM, desembargador Yedo Simões de Oliveira, o sistema utilizado permite a tramitação totalmente eletrônica de processos judiciais a partir de uma ferramenta que vem sendo utilizada há cinco anos no Estado do Paraná e que foi 'importada' para o Amazonas, o Projudi.

"Este sistema nos permite dizer que somos o Estado que alcançou o maior nível de tecnologia no país. Hoje Manaus é totalmente virtualizada com o SAJ, não tramitamos mais com papel. Acho que com esse apoio de parceiros como o Sipam e a Prodam, nos permite ter a tecnologia de informação implantada em todas as comarcas do interior", afirmou Yedo Simões.

O corregedor-geral revelou que Presidente Figueiredo não é a única unidade judiciária a receber o sistema, que aos poucos vai aposentando os volumosos processos de papel, o Projudi está funcionando também em Guajará (1.476 quilômetros de Manaus) e Manaquiri (a 60 quilômetros da capital). "Esses três municípios inauguraram o sistema de informatização do interior e devemos até o dia 22 de dezembro inaugurar em mais dez municípios da região metropolitana com essa tecnologia. Até outubro de 2013, pretendemos interligar todas as comarcas do Amazonas possibilitando ter as informações de processos, desde as mais longínquas unidades judiciais", declarou Yedo Simões. Na próxima semana, o município a ser instalado o sistema de processo judicial eletrônico será Envira (a 1.208 quilômetros de Manaus).


Por Layza Viana/Comunicação do Censipam
*Com informações da Asscom da Corregedoria de Justiça