Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Formas de uso do ADS-80 é mostrada em exposição no Sipam

Notícia

Formas de uso do ADS-80 é mostrada em exposição no Sipam

{mosimage}Brasília (28/06/2011) - O Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) e a Aeronáutica promovem uma exposição de imagens fotográficas feitas a partir do Sistema Aerofotogramétrico Digital (ADS-80). O novo equipamento é uma câmara de imageamento aéreo de alta resolução que gera imagens digitais contínuas ao longo do vôo. A exposição Comemorativa aos 60 Anos do Esquadrão Carcará e Implantação do Sistema Aerofotogramétrico Digital ficará durante 15 dias na sede do Censipam em Brasília.

A mostra exibe as várias formas de uso do equipamento, com imagens digitais da Amazônia de resolução de até 5 cm do terreno, dependendo da configuração usada na coleta. A qualidade é superior às imagens de satélite geradas por sensores orbitais comerciais, com a vantagem ainda de não depender de programações e órbitas espaciais.

O equipamento foi adquirido pela Aeronáutica, através de um Termo de Cooperação com o Sipam, que transferiu os recursos. “O ADS-80 é imprescindível para a melhoria do cumprimento das missões para atender as necessidades das missões aéreas da Força Aérea e do Sipam, ressaltou o diretor-geral do Censipam, Rogério Guedes, durante a cerimônia de abertura da mostra, que ocorreu na última segunda-feira (27), com a participação de autoridades da Força Aérea Brasileira (FAB).

Segundo o vice-chefe do Departamento de Ensino da Aeronáutica, ex-comandante da III Força Aérea, major-brigadeiro-do-ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, o novo equipamento representa um salto significativo de agilidade no processamento de imagens e de independência, já que o filme não precisa ser revelado. A imagem fica pronta na hora. “Podemos comparar com a troca de uma máquina analógica por uma digital de última geração. É um divisor de águas. E essa exposição mostra as inúmeras possibilidades de resultados que podem ser alcançados com o ADS-80”, afirmou Bermudez.

Bermudez também ressaltou que o trabalho de sensoriamento remoto do Sipam foi ampliado. Além das missões já serem executadas pelo 2º Esquadrão do 6º Grupo de Aviação, localizado na Base Aérea de Anápolis, foi incorporada mais a unidade da III Força Aérea, o 1º/6º Grupo de Aviação de Recife. Com isso, o ADS-80 foi instalado também nas aeronaves R-35A  (Learjet) do 1º/6º Grupo de Aviação, bem como a instalação de duas centrais de processamento de imagens de solo, operação assistida, suporte técnico por três anos, capacitação de recursos humanos para operação e manutenção de todo o Sistema.

Também estiveram presentes na solenidade de abertura da exposição, o major brigadeiro-do-ar Marcelo Kanitz Damasceno, chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (Cecomsaer), brigadeiro-do-ar Maximo Ballatore Holland, chefe da 3ª subchefia do Estado-Maior da Aeronáutica e do tem-cel-av Luiz Antônio Moreira Fiderlis, chefe do Grupo de Inteligência, representando o Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR).

Texto: Leonice Leal
Foto: Carlos Monteiro
Assessoria de Comunicação Social
Ministério da Defesa
(61) 3312-4070 / 4071