Você está aqui: Página Inicial / Notícias / CR-Manaus promove evento para comemorar seus 10 anos de atuação na Amazônia

Notícia

CR-Manaus promove evento para comemorar seus 10 anos de atuação na Amazônia

Manaus (25/07/2012) - O Centro Regional do Sipam em Manaus completa 10 anos de atividades voltadas para  a proteção e ao desenvolvimento sustentável da Amazônia. Nesta quinta-feira (26), uma  solenidade marcará a data com o  lançamento e obliterações de selo personalizado e entrega de certificados “Amigos do Sipam” aos órgãos parceiros. O evento será realiza no auditório Anavilhanas, às 14h30min, na sede da instituição, localizada na Avenida do Turismo, 1350, no Tarumã, em Manaus.
  
O Centro Regional de Manaus pertence ao Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), que deste de 2011 está ligado ao Ministério da Defesa, e, neste ano, completou também 10 anos. O Censipam conta com mais duas unidades regionais instaladas em Porto Velho, que atende Acre, Mato Grosso e Rondônia, e em Belém, responsável por Amapá, Maranhão, Pará e Tocantins, além do Centro de Coordenação Geral, instalado em Brasília. O CR-MN atua no Amazonas e Roraima, e foi a primeira unidade do sistema a ser inaugurada.  

“A  inauguração do Sipam em Manaus marca o inicio do funcionamento do Sipam na região. Nos anos seguintes, foram inaugurados os outros dois centros regionais (Porto Velho e Belém). Com isso, atendemos toda a região amazônica”, ressalta o gerente regional do CR-Manaus, Bruno Monteiro. Segundo ele, ao longo desta década o Sipam tem trabalhado em parceria com diversas insitituções, realizando atividades integradas na Amazônia. “E, desde 2007, temos modernizado nosso parque tecnológico, composto por sensores, radares, antenas, estações de recepção de dados”, ressalta Bruno. Estes equipamentos são fundamentais para a produção de conhecimento e informações atualizadas para a articulação, o planejamento e a coordenação de ações de governo na região. 
  
O CR-Manaus tem se destacado no uso do sensoriamento remoto para o monitoramento do desmatamento nos Estados do Amazonas e Roraima, utilizando sensores aerotransportados que constituem o grande diferencial, quando comparados aos sensores orbitais. As imagens de radar, denominadas de R99/SAR, que são geradas somente no CR-MN, são as mais utilizadas por permitirem a aquisição de informações durante o dia ou à noite e, dependendo da banda utilizada, sobre as mais variadas condições atmosféricas (nuvens, chuva, temporais). Estas características são imprescindíveis para o monitoramento da Amazônia, que possui densa cobertura de nuvens durante todo o ano. 

Serviço 
O que: Sessão Solene dos 10 anos do Centro Regional de Manaus do Sipam 
Quando: 26.07.2012 (quinta-feira) 
Horário: A partir das 14h 
Local: Auditório Anavilhanas do CR-MN/Sipam, na Avenida do Turismo, 1350, no Tarumã. 
 
Conheça mais os projetos e programas 
 
ProAE - O Programa de Monitoramento de Áreas Especiais produz dados sobre a antropização das terras indígenas e das Unidades de Conservação (federais e estaduais), repassando essas informações para tomada de decisão por parte dos órgãos responsáveis. Até 2012 foram monitoradas pelo Centro Regional de Manais 28.265.591, 57 ha. 

SIPAMCidade – Fortalece a gestão territorial e ambiental dos municípios, utilizando as ferramentas de geotecnologia. Capacita os técnicos municipais no uso de geotecnologias com o objetivo de auxiliar no planejamento e ordenamento territorial. No Amazonas 27 municípios foram capacitados e 13 em Roraima. 

Arco Verde – Instalação de telecentros nos municípios do Arco do Desmatamento, por meio do Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital. Capacitação em gestão ambiental, monitoramento do desmatamento por meio das imagens R99/SAR e coordenação de mais de 2 mil ações pactuadas com os municípios. 

Programa Bolsa Verde - O Sipam monitora a cada trimestre o desmatamento, por meio de imagens de satélites, as áreas de conservação ambiental, para garantir que as famílias residentes nestas áreas possam receber os recursos do Programa Bolsa Verde. A finalidade é aliar a preservação ambiental à melhoria das condições de vida e a elevação da renda dessas famílias. 
Pesquisa Aplicada - A parceria do CR-Manaus com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) contempla dois programas. O Programa de Capacitação Científica e Tecnológica para o Desenvolvimento de Estudos e Projetos Aplicados ao Censipam (ProSIPAM), que permitiu a contratação, em quatro anos, de doutores, mestres, graduados e alunos do ensino médio, contribuindo com conhecimentos aplicados nas atividades que o Censipam desenvolve. O outro é o Programa de Apoio à Iniciação Científica (PAIC), por meio da orientação da equipe técnica do CR-MN, desenvolve projetos de pesquisa contribuindo com a formação acadêmica de alunos de graduação nas áreas de Ciências Exatas, Humanas, Agrárias e da Terra. 

Acordo Binacional Brasil-Peru – Este acordo já proporcionou parceria na área de Sensoriamento Remoto, por meio de treinamento de uso de Imagens R99/SAR, onde foram capacitados 10 técnicos do país vizinho, e também disponibilizou imagens Alos/PalSAR. O acordo segue com atuação na área de Hidrologia, Software livre e Inteligência, além de assessorar na implantação do SIPAN/SIVAN peruano. 
Atenas -  A parceria firmada, em fevereiro de 2008, entre o Sipam e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), permitiu a instalação de 59 antenas de comunicação via satélite em todas as comarcas do interior do Amazonas. A proposta de conectar as comarcas à internet foi o primeiro passo para viabilizar a implantação do processo eletrônico, por meio de um software cedido pelo CNJ. A partir de agora, todas as comarcas têm acesso ao sistema interno do Tribunal. O sistema facilita a prática de atos processuais pelos magistrados, servidores e demais participantes da relação processual diretamente no sistema, assim como o acompanhamento de processo judicial.  

Radares - O clima e o tempo da Amazônia são controlados diariamente. O CR-MN utiliza os dados de 5 radares meteorológicos instalados no Amazonas e Roraima, os outros 6 estão localizados em Rondônia, Acre, Pará, Amapá e Maranhão. A Divisão de Meteorologia realiza estudos sobre a climatologia, faz previsões e monitora eventos meteorológicos severos de curto prazo (tempestades, vendavais, granizo e chuva intensa) e de longo prazo (enchentes, secas e estiagens prolongadas). Essas informações são repassadas às defesas civis dos estados e dos municípios do Amazonas e Roraima, além de outros órgãos parceiros. Em 2011, foram modernizados os sistemas de recepção de imagens de satélites internacionais. Esses equipamentos permitem ampliar as informações meteorológicas e ambientais da Amazônia.


Assessoria de Comunicação Social
fone - 61/32140259