Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Chuvas deixam rios do interior de RO em alerta até abril

Notícia

Chuvas deixam rios do interior de RO em alerta até abril

{mosimage}Março e abril ainda podem assustar os rondonienses que vivem próximos aos rios do interior do estado, em municípios como Ji-Paraná e Pimenta Bueno, que já têm sofrido alagações nesse inverno amazônico. A previsão se deve à possibilidade das chuvas ficarem acima da média no sul do estado, segundo prognóstico dos meteorologistas do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), apresentado em reunião na última semana.

No encontro, representantes da CPRM, das Defesas Civis do estado e de Porto Velho, dos Consórcios construtores das Usinas do Madeira e das Secretarias Estadual e Municipal de Meio Ambiente discutiram no Sipam o clima e a correlação com a cheia dos rios neste mês de março. Devido ao fenômeno El Niño e também ao aquecimento das águas do Atlântico sul, as chuvas devem se manter concentradas na região de Vilhena, aumentando o nível nas cabeceiras e em todo o percurso do rio Machado. Por isso, a Defesa Civil deve permanecer em alerta. Nesse ano, a CPRM registrou níveis acima dos máximos históricos nas estações de Ji-Paraná, onde o rio chegou a 11,4 metros, e em Pimenta Bueno, onde a régua de mais de 7 metros chegou a ficar totalmente submersa.

Madeira segue dentro da média

Já o rio Madeira, que banha Porto Velho, chegou ao máximo de 14,35 metros até agora, número abaixo da cota de inundação, de 15,5 metros. Porém, o rio ainda poderá subir, refletindo as chuvas registradas na última semana e a previsão de precipitações acima da média na região de Cochabamba e Madre de Dios, na Bolívia. Para os especialistas, o Madeira deverá continuar subindo suavemente, mas se mantendo dentro da média. Segundo a Defesa Civil Municipal, 60 famílias já estão cadastradas desde dezembro para receber a assistência necessária em caso de desalojamentos.

Foto de Júlio Kunzler/CPRM*


Assessoria de Comunicação Social do Sipam
Telefone: (61) 3214 0257 e (61) 3214 0296
e-mail: comunicacaosocial@sipam.gov.br