Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Chegada de El niño na Amazônia pode agravar seca

Notícia

Chegada de El niño na Amazônia pode agravar seca

Manaus (02/07/2012) - Com o início da estação seca, definida no mês de junho, os amazonenses vão vivenciar até meados de outubro, com meses mais quentes, temperaturas elevadas, tempo seco e menos nuvens.

O chefe de divisão de meteorologia do Centro Regional de Manaus do Sistema de Proteção da Amazônia (CR-MN), Ricardo Dallarosa, explica que os meses mais quentes são setembro e outubro.  Somente no final de outubro, quando acontece a transição para a estação de chuvas, as temperaturas tendem a baixar na cidade. “O fenômeno do ‘El niño’, talvez, esteja instalado dentro de dois meses, provocando menos chuvas. Então, as temperaturas vão aumentar ainda mais”, apontou o meteorologista.

Para Dallarosa, as observações feitas por meio de imagens do satélite mostram que o fenômeno ‘El niño’ está começando a se instalar. “Para que se instale definitivamente, é preciso que as anomalias provocadas por ele na circulação atmosférica continuem atuando por mais semanas”, explicou. 

O meteorologista diz que ainda é cedo para afirmar que haverá seca recorde na região. “A situação que nós observamos por imagens do satélite até o último 24, mostra que o ‘El niño’ está em formação, mais vai precisar de alguns meses para se instalar”, falou, dizendo também que existem possibilidades.

No fim de semana, Manaus registrou temperaturas entre 24 e 30 graus, o que, para essa época do ano, é considerado normal para o início da estação mais seca. No domingo, a máxima foi de 31 graus. Para amanhã (3) a previsão é de tempo claro a parcialmente nublado, com temperatura entre 33 e 23 graus.  

O início do verão amazônico ainda pode refletir no aumento do consumo de energia e também da incidência de doenças respiratórias na população. 

Assessoria de Comunicação
fone - 61/32140257