Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Calor deve continuar em Manaus

Notícia

Calor deve continuar em Manaus

{mosimage}Manaus (09/08/2011) - O setor de Meteorologia do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) divulgou nesta terça-feira (9) o boletim climático da Amazônia com a previsão do clima na Amazônia Legal para o trimestre.
 
Segundo a previsão o calor deve continuar em todo o estado do Amazonas, as temperaturas devem ficar acima da média. Na capital Manaus, os valores médios para os meses de agosto, setembro e outubro são entre 32 - 34°C para os dois primeiros meses, e entre 34-36°C para final do trimestre, ou seja, os amazonenses podem esperar dias quentes e secos durante o trimestre, principalmente no final, pois as chuvas que normalmente começam a ocorrer em outubro deverão sofrer um ligeiro atraso.

De acordo com a meteorologista Ana Cleide Bezerra, o início do trimestre estará sujeito a eventos de friagens, no entanto apenas o sul do estado em geral pode ser afetado. A massa de ar seco no Brasil Central ainda deverá persistir no início do trimestre, e municípios que estão localizados na porção sul e leste do estado do Amazonas estão dentro da área de abrangência desse sistema.  

“As principais características de uma massa de ar seco são baixos valores de vapor d'água, dificultando a formação de nuvens, assim com o céu sem nuvens a radiação solar atinge diretamente a superfície da terra durante o dia (radiação chamada de onda curta), e a noite essa energia é liberada de volta para atmosfera (radiação de onda longa), e a temperatura cai, favorecendo a ocorrência de grandes amplitudes de temperatura. A baixa umidade relativa do ar também tem sido um problema na região, e no inicio do trimestre deverá permanecer com valores abaixo de 30%, principalmente, nos estados de Rondônia, Mato Grosso, Tocantins, sul do Amazonas, do Pará e do Maranhão”, informou Ana.

Os sistemas meteorológicos descritos acima são normais para o período. Durante o inverno no hemisfério sul, por exemplo, os sistemas frontais adentram áreas mais próximas a região equatorial, são quando ocorrem as Friagens.

Ana Cleide destacou ainda que a previsão é de poucas chuvas nesse período e temperaturas elevadas. “No fim do trimestre, período de transição entre a estação seca e a chuvosa em grande parte da região, os máximos da chuva deslocam-se, no sentido  noroeste  sudeste, aumentado gradativamente a precipitação no Amazonas, Rondônia, sul do Pará e norte do Mato Grosso. No entanto, acredita-se que a estação chuvosa deverá sofrer um ligeiro atraso, assim as chuvas no Amazonas poderão apresentar-se abaixo dos padrões climatológicos em grande parte do estado (exceto o centro-norte e nordeste)”, finalizou a meteorologista.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério da Defesa
(61) 3312 4070