Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Apoio do Sipam foi decisivo para missão humanitária Editar

Notícia

Apoio do Sipam foi decisivo para missão humanitária Editar

Boletins especiais de previsão do tempo preparados pela Divisão de Meteorologia e Climatologia (DMET) do Centro Técnico e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia em Manaus (CTO/MN) foram decisivos para o sucesso das operações militares brasileiras de apoio às vítimas das enchentes na Bolívia realizadas desde o início do ano. Diariamente, boletins com a previsão do tempo são enviados para as equipes militares, permitindo o melhor planejamento das operações de socorro.

“Foram muito úteis as previsões fornecidas pelo Sipam às tripulações em Trinidad (capital do departamento de Beni, onde foi montada a base do Centro de Operações Correntes do Brasil na Bolívia). Todos os dias no início da manhã e no meio da tarde nós líamos a previsão para todos os presentes, e elas auxiliavam no planejamento dos vôos que ocorriam na região”, relatou o 1º Ten Av Roque ao retornar da missão. Até o início de abril, as Forças Armadas brasileiras na Bolívia conseguiram resgatar e transportar 2332 pessoas e 215 toneladas de carga, entre alimentos e medicamentos.

Desde janeiro, militares brasileiros da Marinha, Exército e Aeronáutica prestam auxílio ao governo boliviano na Missão Humanitária em apoio às vítimas das enchentes daquele país. A Bolívia vem sofrendo com chuvas intensas em seu território desde o mês de novembro do ano passado, em decorrência da ação do fenômeno atmosférico-oceânico conhecido como La Niña. Em 12 de fevereiro, o site boliviano Los Tiempos informava que cerca de 80% dos mais de 200 mil quilômetros quadrados do departamento de Beni estava inundado.

“Contribuir com uma missão humanitária e saber que as informações fornecidas pelo Sipam foram importantes para a operação é gratificante para nossa equipe”, diz o chefe da DMET.

Fonte: Ascom/CTO-MN