Você está aqui: Página Inicial / Matérias publicadas 2020 / CR-PV se prepara para a Oficina de Trabalho Pré-Cheia 2020

Notícia

CR-PV se prepara para a Oficina de Trabalho Pré-Cheia 2020

Servidores trabalham para veicular as informações sobre o período da Cheia do Madeira com eficiência

Por Willian Cavalcanti/CR-PV

Servidores do CR-PV participam de eventos de divulgação da Oficia Pré-Cheia

Servidores do CR-PV participam de eventos de divulgação da Oficia Pré-Cheia

Porto Velho, 17/01/2020 - Nos dias que antecedem a Oficina de Trabalho Pré-Cheia 2020, o Centro Regional de Porto Velho (CR-PV) tem atuado ativamente no monitoramento do nível do Rio Madeira. Na última semana, os meteorologistas Marcelo Gama e Diego Silva e a chefe do Setor Operacional Ana Strava participaram de eventos para informar a população sobre o período chuvoso no em Rondônia.

Na quarta-feira (08/01), o meteorologista Diego Silva participou de um programa de TV local, visando informar sobre a expectativa de chuvas para o mês e dar informações meteorológicos sobre o Rio Madeira. Já o meteorologista Marcelo Gama participou de gravações no CR-PV para tratar sobre os boletins climatológicos divulgados pelo Censipam.

Na quinta-feira (09/01), a chefe do Setor Operacional participou do programa de rádio “Audiência Pública”, onde estavam presentes Francisco Leite, representante do Núcleo de Apoio à População Ribeirinha da Amazônia (NAPRA), o coordenador da Defesa Civil no estado de Rondônia, Marcelo Silva Santos, e a secretária adjunta da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (SEMASF), Ana Negreiros.

O programa teve como objetivo mostrar à população as medidas que estão sendo tomadas por institutos e órgãos governamentais para manejar e controlar as ações da cheia do rio Madeira.

 “Todas as entrevistas têm como objetivo esclarecer e levar informações à população sobre o período da cheia do rio Madeira. Além disso, o Centro Regional de Porto Velho tem aproveitado para divulgar a Oficina de Trabalho Pré-Cheia 2020 a mais pessoas”, afirmou Ana Strava.