Você está aqui: Página Inicial / Forças Armadas e órgãos federais dão início à Operação Verde Brasil 2

Notícia

Forças Armadas e órgãos federais dão início à Operação Verde Brasil 2

Operação vai realizar ações contra desmatamento ilegal e focos de incêndio na Amazônia Legal

Por Willian Cavalcanti

Censipam participa da Operação Verde Brasil 2

Censipam participa da Operação Verde Brasil 2

Brasília (DF), 11/05/2020 - O Governo Federal deflagrou nesta segunda-feira (11/5) a Operação Verde Brasil 2 para ações contra o desmatamento ilegal e focos de incêndio na Amazônia Legal.

O emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) vai ocorrer na faixa de fronteira, nas terras indígenas, nas unidades federais de conservação ambiental e em outras áreas federais nos Estados da Amazônia Legal.

Com orçamento inicial de R$ 60 milhões, a operação tem coordenação do Conselho Nacional da Amazônia Legal e conta com a participação de órgãos de controle ambiental e de segurança pública, como a Polícia Federal, Policia Rodoviária Federal, IBAMA, ICMBio, Força Nacional de Segurança Pública, Agência Brasileira de Inteligência e Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam).

“A capilaridade das Forças Armadas permite estabelecimento de bases no terreno que facilitem o trabalho de fiscalização e, principalmente, que garantam a segurança e a proteção dos agentes do Ibama, ICMBio, Funai que estão realizando esse tipo de atividade”, explicou o vice-presidente da República, Hamilton Mourão.

Estão sendo empregados 3,8 mil militares, além de mais de 140 meios de transporte, entre embarcações, viaturas e aeronaves que atuarão em três comandos conjuntos: Comando Conjunto Príncipe da Beira (CCj PB), para atuar na área englobada pelos estados do Acre, Rondônia e Sul do Estado do Amazonas; Comando Conjunto Barão de Melgaço (CCj BM), que atua em Mato Grosso; e Comando Conjunto Marechal Soares de Andrea (CCj MSA), que cobre a área englobada pelo Estado do Pará.

As ações iniciais da Operação Verde Brasil 2 se concentram na Floresta Nacional de Jacundá, em Rondônia, na Estação Ecológica Estadual da região do Rio Rinuro, em Mato Grosso, e no Assentamento Federal Vila União, no Pará.

Combate a ilícitos ambientais
O emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) para combate a crimes ambientais ocorreu pela primeira vez de 24 de agosto a 24 de outubro de 2019. Em dois meses de operação, 1835 focos de incêndio foram combatidos. Ao todo, 352 termos de infração foram lavrados, o que resultou na aplicação de mais de R$ 140 milhões em multas.

A autorização para emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) e ações subsidiárias vai de 11 de maio a 10 de junho. A determinação presidencial está publicada no Diário Oficial da União por meio do Decreto n° 10.341, de 6 de maio de 2020.

Com informações do Ministério da Defesa