Você está aqui: Página Inicial / Diretoria da AEB conhece trabalho de integração de dados do Censipam

Notícia

Diretoria da AEB conhece trabalho de integração de dados do Censipam

Imagens de satélites estão entre os principais subsídios para o combate ao desmatamento na Amazônia

Brasília, 22/09/2020 – Responsável pelo programa espacial do país, a diretoria da Agência Espacial Brasileira (AEB) conheceu nesta terça-feira (22/9), em Brasília (DF), o trabalho realizado por especialistas de onze órgãos federais para integração de informações visando ao combate a crimes ambientais na Amazônia Legal.

O grupo reunido no Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) desenvolve em conjunto uma metodologia para definição de alvos prioritários para combate ao desmatamento, garimpo e queimadas na região amazônica. Os relatórios apoiam o planejamento das ações de campo de agentes ambientais e militares da Operação Verde Brasil 2.

“A ação de desmatamento é muito rápida. Por isso realizamos um trabalho integrado, que utiliza uma metodologia desenvolvida em conjunto e aponta as áreas com necessidade mais urgente de atuação”, explicou a coordenadora-geral de operações do Censipam, Edileuza Melo.

Um dos principais subsídios para o trabalho da equipe são as imagens de satélites. Nesse sentido, a AEB está propondo a implantação do Sistema de Observação da Terra no âmbito da Subcomissão de Integração de Sistemas do Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL). A intenção é padronizar as políticas públicas no segmento espacial.

“Como gestores do programa espacial brasileiro, área tão estratégica para qualquer nação desenvolvida, acredito que possamos colaborar com o trabalho dessa equipe. Por isso, esperamos receber demandas de cada agência para nos auxiliar na construção da política espacial brasileira”, disse o diretor da AEB, Carlos Augusto Moura.

Além de servidores do Censipam, a equipe conta com representantes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Agência Nacional de Mineração (ANM), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Fundação Nacional do Índio (Funai), Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Serviço Florestal Brasileiro (SFB).