Você está aqui: Página Inicial / Comando Aeroespacial da Argentina conhece projetos do Censipam

Notícia

Comando Aeroespacial da Argentina conhece projetos do Censipam

Comitiva da Argentina conhece principais sistemas conduzidos pelo Censipam no desenvolvimento da região amazônica

Por Willian Cavalcanti

Diretor apresentou o conceito operacional de integração de dados para áreas de inteligência, monitoramento ambiental e territorial

Diretor apresentou o conceito operacional de integração de dados para áreas de inteligência, monitoramento ambiental e territorial

Brasília, 18/10/2018 – Comitiva do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas da Argentina conheceu, nesta quinta-feira (18/10), em Brasília (DF), os principais projetos e sistemas conduzidos pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) no desenvolvimento da região amazônica.

O diretor-geral, Rogério Guedes, apresentou o conceito operacional do Censipam, que busca a integração de dados para geração de produtos nas áreas de inteligência, monitoramento ambiental e territorial. Guedes destacou operações coordenadas pelo Censipam no combate ao desmatamento ilegal na Amazônia e reforçou a importância da atuação sistêmica.

O diretor explicou que existem diversas formas de exploração, que convivem com a preservação da floresta e suas riquezas. “A Amazônia possui uma diversidade muito grande, com uma área de 5,2 milhões de km2, que comporta 32 países da Europa. Devido a essa grande extensão, é preciso uma infraestrutura tecnológica muito robusta para realizar o monitoramento de toda a área”, afirmou.

O diretor-geral destacou a parceria do Censipam com países vizinhos, como o Peru, que está criando um sistema semelhante ao Sipam para o compartilhamento de informações em um sistema integrado. Guedes afirmou que a intenção é criar um sistema que envolva todos os países sul-americanos. “Esperamos que a Argentina também se torne um parceiro no trabalho de monitoramento territorial”, afirmou o diretor-geral.

O chefe do estado-maior do Comando Aeroespacial da Argentina, Brigadeiro Claudio Jose Santiago Decaro, se mostrou impressionado com a quantidade de fontes de informações integradas pelo Censipam. “Fiquei surpreso com o número de colaboradores e usuários desse sistema. Vocês conseguem monitorar uma área muito extensa. Nós estamos buscando formas de realizar esse mesmo tipo de integração no Comando Aeroespacial”, afirmou o Brigadeiro Decaro.

Durante a apresentação, a coordenadora-geral de operações, Edileuza de Melo, detalhou alguns serviços oferecidos pelo sistema SipamHidro. “Dados fornecidos por outras instituições são armazenadas, analisadas e posteriormente fornecidas para a Defesa Civil, que gera alertas de cheias e secas. Com essas informações, é possível verificar com clareza o nível dos rios e saber exatamente qual área será afetada”, explicou.

“Assim como o trabalho de vocês, mas em outra vertente, estamos procurando conhecer novas experiências na integração e compartilhamento de dados para realizar o monitoramento permanente”, afirmou o Capitão de Mar e Guerra, Juan Carlos Coré, adido de defesa da Argentina no Brasil.