Você está aqui: Página Inicial / Censipam participa de workshop sobre sistemas de proteção e defesa civil

Notícia

Censipam participa de workshop sobre sistemas de proteção e defesa civil

Workshop de Monitoramento e Alerta do Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil abordou ferramentas de monitoramento e alerta de riscos no país

Workshop abordou ferramentas de monitoramento e alerta de riscos no país

Workshop abordou ferramentas de monitoramento e alerta de riscos no país

Manaus, 03/12/2020 - O Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) participou, de 1º a 2 de dezembro, do I Workshop de Monitoramento e Alerta do Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil. O evento virtual abordou sistemas de monitoramento e alerta para diversos tipos de risco no país.

Organizado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, o evento teve a participação de agências governamentais que abordaram como é feito o monitoramento e a emissão dos produtos preditivos. As agências destacaram as potencialidades e os pontos de melhoria para a proteção e defesa civil.

O Censipam foi representado pelos servidores Astréa Jordão, Carlos Soares e Renato Senna. O meteorologista Renato Senna apresentou os recursos disponíveis no Censipam, entre eles a equipe multidisciplinar, estações meteorológicas de superfície, radares meteorológicos e recepção de imagens de satélite. Também foram abordados os produtos de tempo, clima e hidrometeorológicos.

Foram mostrados produtos disponibilizados na página do Censipam (www.sipam.gov.br), com ênfase para o SipamHidro, Previsão do Tempo, Previsão Climática, Radares Online. Foi dado destaque aos trabalhos de cooperação com as defesas civis estaduais e municipais, secretarias de meio ambientes e os eventos de pré-cheia e pré-seca.

As atividades realizadas pelo Censipam deverão ser incluídas na estratégia do Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil.

Fizeram apresentações órgãos representantes do Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil, entre outros: Google, Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD), Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Agência Nacional de Águas (ANA), Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEM), Secretaria Estadual de Defesa Civil de Santa Catarina, Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).