Você está aqui: Página Inicial / Censipam participa da divulgação de alertas de cheia do Rio Negro em Manaus

Notícia

Censipam participa da divulgação de alertas de cheia do Rio Negro em Manaus

Alertas auxiliam Defesa Civil do Amazonas na elaboração de planos de ação para o período

Por Willian Cavalcanti/CR-MN

Censipam participa da divulgação de alertas de cheia

Censipam participa da divulgação de alertas de cheia

Manaus, 06/05/2019 – O Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia participou da divulgação do Alerta de Cheia de Manaus 2019, realizada no auditório da sede do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), em Manaus (AM).

Durante a primeira reunião, no dia 29/4, o meteorologista Renato Senna, do Centro Regional do Censipam em Manaus (CR-MN), apresentou o “Cenário Climatológico da Amazônia Ocidental e o Prognóstico Climático do Censipam” para o trimestre abril/maio/junho. O meteorologista mostrou que houve excesso de precipitação nas bacias formadoras do Rio Solimões (Ucayali e Marañon em território Peruano) e déficit de precipitação nas bacias dos Rios Branco e Negro nos primeiros meses do ano.

Segundo a gerente de hidrologia do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Jussara Cury, no primeiro alerta, a previsão da cheia do Rio Negro deveria ficar entre 28,49 m e 29,19 m. No segundo alerta, a previsão indica o prognóstico entre 28,47 m e 29,17 m.

Chuvas
Também no segundo alerta, evidenciou-se um retorno à condição normal de precipitação em grande parte das bacias hidrológicas da Amazônia Ocidental. Porém, o déficit na bacia do Rio Branco tem se agravado nos últimos dias, o que pode causar preocupação na região.

Segundo dados do Sistema de Proteção da Amazônia, o regime dos rios amazônicos ainda sofre a influência do fenômeno El Niño em 2019. “Chuvas ainda ocorrem com alguma frequência no mês de abril, depois começa uma redução gradual. Maio e junho já são meses de transição para a estação seca em Manaus, quando são comuns eventos de curta duração, mas de forte intensidade”, explicou Renato Senna.

Ações
Durante o Alerta, representantes das Defesas Civis do Amazonas e de Manaus informaram os planos de ação traçados para o período, os quais incluem construção de passarelas em diversos bairros da capital e na zona rural ribeirinha.