Você está aqui: Página Inicial / Censipam e UNODC buscam parceria no combate a ilícitos ambientais e ao tráfico de drogas

Notícia

Censipam e UNODC buscam parceria no combate a ilícitos ambientais e ao tráfico de drogas

Órgão da ONU ressaltou a importância do trabalho do Grupo de Integração para Proteção da Amazônia

Órgão da ONU ressaltou a importância do trabalho do Grupo de Integração para Proteção da Amazônia

Órgão da ONU ressaltou a importância do trabalho do Grupo de Integração para Proteção da Amazônia

Brasília, 15/12/2020 – O Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) recebeu, nesta terça-feira (15/12), representantes do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). O objetivo é desenvolver, em parceria, formas de combate a ilícitos como o cultivo e tráfico de drogas, o garimpo e o desmatamento ilegais na fronteira amazônica.

Durante a reunião, o oficial de programa regional do UNODC, Alexander Walsh, apresentou o Programa de Assistência para Reduzir o Desmatamento de Florestas Tropicais (LEAP), realizado em parceria entre o UNODC, a INTERPOL e o Centro Norueguês de Análise Global (RHIPTO).

A diretora do UNODC no Brasil, Elena Abbati, ressaltou a importância de um trabalho conjunto para combater o desmatamento ilegal e crimes conexos, considerando a atuação do Grupo de Integração para Proteção da Amazônia (Gipam). “O Censipam é conhecido internacionalmente. É muito interessante o apoio que poderiam dar ao LEAP utilizando a experiência de vocês no papel de coordenação de diferentes instituições”, disse.

“Temos um momento muito propício agora, a começar pela criação do Gipam.  O Censipam tem muito a ensinar e é uma via de mão dupla”, afirmou o coordenador da Unidade de Estado de Direito do UNODC, Nivio Nascimento.

registrado em: , , , , ,