Você está aqui: Página Inicial / Censipam e Marinha assinam acordo para monitoramento da Amazônia Azul

Notícia

Censipam e Marinha assinam acordo para monitoramento da Amazônia Azul

A parceria tem como objetivo contribuir para a implementação do SisGAAz

Por Willian Cavalcanti

Censipam e Marinha assinam acordo para monitoramento da Amazônia Azul

Censipam e Marinha assinam acordo para monitoramento da Amazônia Azul

Brasília, 01/12/2020 – O Censipam e a Marinha do Brasil assinaram, na última sexta-feira (27/11), em Brasília (DF), plano de trabalho para desenvolvimento de ações para monitoramento da Amazônia Azul.

A parceria tem por objeto promover a cooperação e o apoio técnico na condução de projetos e atividades que contribuam para a implementação do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz). O plano prevê o intercâmbio de geointeligência, capacitação de recursos humanos e apoio às comunicações satelitais na área da Amazônia Legal e Pantanal.

Considerado um “sistema de sistemas”, o SisGAAz é destinado a prover monitoramento e controle sobre as águas jurisdicionais, com funcionalidade dual nos campos militar e civil. O monitoramento da Amazônia Azul disponibilizará um conjunto de informações que servirão de insumos para a tomada de decisão em caso de ameaça ou emergência na região.

A Amazônia Azul possui cerca de 5,7 milhões km2, contemplando espaços marítimos, rios e lagos sob jurisdição brasileira. Uma imensidão de riquezas com vertentes econômica, científica e ambiental, cuja proteção requer constante aprimoramento e integração de esforços da sociedade”, afirmou o chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante de Esquadra Cláudio Viveiros.

O Decreto nº 10.293, de 25 de março de 2020, ampliou a área de atuação do Censipam para incluir o Mar Territorial, a Zona Econômica Exclusiva e outras áreas consideradas de interesse.

A assinatura deste acordo representa um marco não só em relação ao tamanho do desafio técnico que nos é imposto, mas também na necessidade de remodelagem interna de gestão, consolidada com a ampliação de nossa missão institucional”, disse o diretor-geral do Censipam, Rafael Costa.