Você está aqui: Página Inicial / Censipam e IPEA buscam parceria para desenvolver pesquisa

Notícia

Censipam e IPEA buscam parceria para desenvolver pesquisa

IPEA desenvolve trabalhos sobre a interoperabilidade das Forças Armadas e a aplicação de tecnologia militar no meio civil

Por Willian Cavalcanti

Censipam e IPEA buscam parceria para desenvolver pesquisa

Censipam e IPEA buscam parceria para desenvolver pesquisa

Brasília, 15/10/2019 – Com o objetivo de realizar trabalhos de pesquisa visando à interoperabilidade civil e militar, representantes do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) conheceram projetos desenvolvidos pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), nesta terça-feira (15/10), em Brasília (DF).

Juntamente com o pesquisador Israel de Oliveira Andrade, a equipe do IPEA conheceu projetos do Censipam que visam ao monitoramento ambiental e territorial da Amazônia. O diretor de produtos do Censipam, Péricles Cardim, explicou que a instituição realiza o monitoramento do desmatamento com uso de satélite de radar de abertura sintética (SAR).

“O SAR é uma excelente ferramenta para detecção de garimpo e para monitoramento de embarcações e vazamentos no mar, por exemplo. O radar tem a vantagem de enxergar através das nuvens, além de poder ser utilizado durante dia ou noite”, explicou Cardim.

O coordenador-geral de inteligência do Censipam, Raimundo Camargos, mostrou como produtos desenvolvidos por analistas do Censipam contribuem para operações conjuntas das Forças Armadas. “Por meio dos nossos diversos ativos de inteligência, com imagens de satélites e sistemas de detecção espectral, conseguimos compor cenários com informações relevantes para o cumprimento do objetivo de diversas operações”, afirmou Camargos.

“O IPEA realiza estudos técnicos e científicos baseados em evidências que contribuem para a elaboração e aprimoramento das políticas públicas. Neste caso, nossos trabalhos buscam identificar de que maneira tecnologias com foco militar podem também trazer benefícios para a esfera civil”, afirmou Israel Andrade.

O pesquisador explicou que a equipe realiza pesquisas sobre os projetos estratégicos das Forças Armadas, como o SISGAAZ, SISFRON e PESE. O objetivo é analisar a interoperabilidade com outros sistemas, como o Sipam.

Segundo Cardim, a intenção é conjugar esforços entre as instituições, já que o IPEA desenvolve estudos e cenários que podem contribuir para o melhor aproveitamento da capacidade operacional do Censipam.