Você está aqui: Página Inicial / Censipam e Aeronáutica buscam parceria na área de comunicação social

Notícia

Censipam e Aeronáutica buscam parceria na área de comunicação social

Chefe da comunicação da Força Aérea conheceu projetos conduzidos pelo Censipam na proteção da Amazônia

Por Willian Cavalcanti

Chefe da comunicação da Aeronáutica conhece projetos e operações do Censipam

Chefe da comunicação da Aeronáutica conhece projetos e operações do Censipam

Brasília, 29/08/2018 – O chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (Cecomsaer), Brigadeiro do Ar Antonio Ramirez Lorenzo, conheceu nesta quarta-feira (29/8) os principais projetos conduzidos pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) no desenvolvimento da região amazônica.

Acompanhado do Coronel Flávio Eduardo Mendonça, o Brigadeiro Lorenzo teve detalhes do projeto Cartografia da Amazônia e conheceu os sistemas SipamSAR e SipamHidro. O diretor-geral, Rogério Guedes, destacou operações coordenadas pelo Censipam, muitas delas envolvendo a Força Aérea Brasileira (FAB). “O conceito operacional do Censipam busca a integração de dados para geração de produtos nas áreas de inteligência, monitoramento ambiental e territorial, e a Força Aérea é uma das nossas grandes parceiras neste trabalho”, afirmou o diretor-geral.

A parceria do Censipam com a Força Aérea Brasileira é histórica, vem desde a implantação do Sistema de Vigilância (Sivam) e o uso de aeronaves R-35, R-99 e E-99 para o levantamento de dados obtidos por sensores aerotransportados. A cooperação entre as instituições deve se fortalecer ainda mais com o Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE), criado pela FAB para atender às necessidades estratégicas das Forças Armadas e da sociedade brasileira.

O oficial general conheceu também as aplicações do sistema ADS-80, captadas por aeronaves R-35 da FAB, no mapeamento da Amazônia. Com um óculos 3D, o brigadeiro testou o uso das imagens do ADS-80 no sistema de Alerta Hidrometeorológico do SipamHidro.

“Achei uma excelente oportunidade de conhecer melhor o trabalho do Censipam, que é feito muitas vezes fora dos holofotes. Espero que possamos firmar parcerias na área de comunicação social na divulgação do trabalho das instituições, para que possam se tornar ainda mais conhecidas e valorizadas pelo Brasil”, disse o Brigadeiro.