Você está aqui: Página Inicial / Censipam busca parceria com a Secretaria de Meio Ambiente de Brasiléia (AC)

Notícia

Censipam busca parceria com a Secretaria de Meio Ambiente de Brasiléia (AC)

Equipe do CR-PV também visitou a Secretaria Estadual do Meio Ambiente do Acre, em Rio Branco

Por CR-PV

Equipe do CR-PV conhece sala de situação da SEMA-AC

Equipe do CR-PV conhece sala de situação da SEMA-AC

Porto Velho, 02/09/2020 - O Centro Regional de Porto Velho (CR-PV) realizou visita institucional, na quinta-feira (27/8), à cidade de Brasiléia (AC), com o objetivo de propor um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) para apoiar projetos e atividades que contribuam para a implementação de um sistema de gestão ambiental e monitoramento territorial na região.

A equipe de servidores do CR-PV, Roseval Leite, gerente do CR-PV, Luis Alves, analista de meteorologista, e Paulo Sérgio Melo, analista em geoprocessamento, visitaram a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Brasiléia (SEMA). A equipe foi recepcionada pelo secretário Antônio Anacleto.

Na ocasião, verificou-se a necessidade de inclusão do município no processo de atendimento e instalação de novas antenas de comunicação via satélite (GESAC), visando habilitar o acesso aos produtos oferecidos pelo Censipam. A possibilidade de celebração de um ACT foi bem recebida pelos técnicos da SEMA, que aguardam a formalização e discussão de um plano de trabalho.

A equipe realizou também visitas em outros órgãos na localidade, como a Secretaria de Planejamento, Polícia Militar, Polícia Ambiental, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil do município.

Na sexta-feira (28/8), a equipe visitou a Fundação de Tecnologia do Acre (FUNTAC), na cidade de Rio Branco, onde foram recepcionados pelo secretário Estadual do Meio Ambiente, Israel Milani.

O secretário apresentou a nova sala de situação da SEMA-AC, integrada com os diversos seguimentos responsáveis pela gestão e preservação do meio ambiente. Milani também elogiou a qualidade e capacidade das antenas GESAC instaladas pelo Censipam e disse que fez uso da tecnologia nas cidades de Tarauacá e Feijó, no interior do Acre.