Você está aqui: Página Inicial / Censipam apresenta capacidades para a Casa Civil da Presidência

Notícia

Censipam apresenta capacidades para a Casa Civil da Presidência

Ministro Onyx Lorenzoni conheceu, nesta segunda (13/1), o trabalho desenvolvido pelo Censipam

Por Willian Cavalcanti

Ministro da Casa Civil vista Censipam

Ministro da Casa Civil vista Censipam

Brasília, 13/01/2020 – Com o objetivo de desenvolver sistemas para o monitoramento territorial e ambiental do País, o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, conheceu nesta segunda-feira (13/01) o trabalho do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam).

Durante visita à sede do Censipam em Brasília (DF), o ministro conheceu ferramentas desenvolvidas pelo Censipam para detecção automática do desmatamento na Amazônia. Por meio de imagens de radar de abertura sintética (SAR) a bordo de satélites, o Censipam emite alertas para órgãos de fiscalização ambiental, como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O diretor-geral do Censipam, José Hugo Volkmer, explicou que o órgão tem capacidade para desenvolver sistemas com aplicações diversas. “Nossos analistas são especializados em imagens de radar. Essa expertise pode ser utilizada para apoiar diferentes projetos do Estado brasileiro”, afirmou Volkmer.

A Casa Civil tem buscado soluções para monitorar atividades críticas, como barragens e manchas de óleo no mar. Segundo Lorenzoni, o Censipam pode ser um grande parceiro nesse trabalho. “Nós podemos trabalhar juntos. Vocês têm as ferramentas e o conhecimento para provarmos, para além do discurso, que o Brasil pode proteger a Amazônia”, afirmou o ministro.

Para o desenvolvimento de novos projetos, Volkmer apontou a necessidade de investimento em tecnologia, como a aquisição de uma constelação soberana de satélites e a contratação de pessoal. “Com uma constelação operada pelo Brasil, teremos muito mais autonomia na captura e recepção de imagens para monitoramento de atividades estratégicas para o País”, disse.

A partir da entrada em operação de duas antenas de recepção multissatelital adquiridas pelo Censipam, o monitoramento e envio de alertas será otimizado. A previsão é de que as antenas localizadas em Formosa (GO) e Manaus (AM) comecem a operar a partir de abril deste ano.