Você está aqui: Página Inicial / Censipam apoia projeto estratégico do Exército para proteção das fronteiras

Notícia

Censipam apoia projeto estratégico do Exército para proteção das fronteiras

Satélite com radar de abertura sintética pode ser utilizado para monitoramento da fronteira brasileira

Por Willian Cavalcanti

Comitiva do EPEx conheceu projetos do Censipam

Comitiva do EPEx conheceu projetos do Censipam

Brasília, 17/06/2019 – Comitiva do Escritório de Projetos do Exército (EPEx) conheceu, nesta segunda-feira (17/6), em Brasília (DF), sistemas criados pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) para preservação e monitoramento da Amazônia.

Liderada pelo General Sérgio Luiz Duarte, chefe do EPEx, a comitiva conheceu ações do Censipam que visam apoiar projetos estratégicos das Forças Armadas, incluindo o Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (Sisgaaz), o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron) e o Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (Pese).

O Sisfron é conduzido pelo EPEx e está na fase do projeto piloto. Segundo o General Duarte, a intenção é utilizar as ferramentas disponibilizadas pelo Censipam quando o Sisfron for implantado na região amazônica.

“O Sisfron vai permitir que tenhamos mais efetividade na vigilância da fronteira a partir do uso de diversas tecnologias. O Censipam já opera modelo semelhante, utilizando modernas ferramentas para o monitoramento da Amazônia”, afirmou o chefe do EPEx.

O diretor-geral do Censipam, Major-Brigadeiro José Hugo Volkmer, explicou que os satélites podem ter uso dual, civil e militar, sendo utilizados para monitor também áreas de interesse das Forças Armadas. “O satélite é uma das principais ferramentas de monitoramento territorial no mundo. E nosso foco são os satélites com radar de abertura sintética (SAR). Queremos ser parceiros no Sisfron nessa tarefa”, disse o diretor-geral do Censipam.