Você está aqui: Página Inicial / Temas do Censipam / Sensoriamento Remoto (Notícias) / Principais Ações do Projeto

Notícia

Principais Ações do Projeto

Contratação do SARscape

  

Infraestrutura de Software para Processamento de Imagens de Radar Orbital

 O Censipam optou pela aquisição de licenças do Software SARscape for ENVI. Entre os motivos que levaram a esta decisão estão:

O Censipam detém um grande conhecimento no uso do software ENVI para processamento, análise e interpretação de imagens óticas de satélites de Sensoriamento Remoto.

O SARscape é a solução mais completa do mercado para processamento de imagens de radar, tais como processamento interferométrico (InSAR e DinSAR), polarimétrico (PolSAR) e da Polarimetria e Interferometria (PolInSAR). Apresenta, ainda, diversas funcionalidades para suportar as tarefas de análise e interpretação de imagens como, por exemplo, classificação e segmentação de imagens de intensidade e coerência SAR.

O SARscape, desenvolvido pela empresa SARMAP em parceria com as empresas Aresys e Privateers, dispõe de módulos que permitem processar imagens SAR sob qualquer modo de aquisição.

 

 

O SARscape dados dos principais satélites radar de interesse do Censipam:

ALOS PALSAR-1, 2

COSMO-SkyMed-1-2-3-4

RADARSAT-1 e 2

Sentinel-1

TerraSAR X-1 e 2 (TanDEM-X)

Além disto, ele processa as imagens geradas pelo radar OrbiSAR-1 (bandas X e P), da empresa brasileira Bradar.

Por fim, o SARscape for ENVI faz uso da tecnologia de processamento paralelo usando recursos de placas gráficas (GPGPU), o que torna o processamento de grandes volumes de dados muito mais eficiente.

Pelos motivos expostos, o Censipam optou pela compra direta, por inexigibilidade, do software SARscape for ENVI do único representante brasileiro, a empresa SulSoft.

 

O contrato nº 27/2015 foi celebrado no dia 18 de dezembro de 2015 e contempla:

70 licenças de software SARscape do tipo:

- Basic Bundle – FN (25)

- InSAR Bundle – FN (25)

- Interferometric Stacking Bundle – FN (4)

- Focusing – FN (4)

- Filter – FN (4)

- ScanSAR Interferometry – FN (4)

- Polarimetry & PolinSAR – FN (4)

 

Instalação, configuração, integração e ativação das licenças, tanto no Centro de Coordenação-Geral (Brasília-DF) como nos Centros Regionais em Belém (PA), Manaus (AM) e Porto Velho (RO).

 

Suporte técnico local por 3 (três) anos, tanto no Centro de Coordenação-Geral (Brasília-DF) como nos Centros Regionais (Belém-PA, Manaus-AM e Porto Velho-RO).

Transferência de tecnologia e de conhecimento, tanto no Centro de Coordenação-Geral (Brasília-DF) como nos Centros Regionais (Belém-PA, Manaus-AM e Porto Velho-RO).

Manutenção estendida por 3 (três) anos.

 

Calendário das atividades para fornecimento do software SARscape:


Calendário de atividades

 

 

Contratação do Imageamento SAR

 

Fornecimento de Imagens de Radar Orbital

 

Para a aquisição de imagens de radar orbital, o Censipam optou por uma licitação na modalidade pregão eletrônico do tipo menor preço. A principal razão é a de que havia pelo menos 3 (três) fornecedores com capacidade de atender às necessidades do projeto Amazônia-SAR.

 

O Pregão Eletrônico Nº 55/2015 previa a aquisição de até 7.237.000 km2 de imagens de radar orbital, com a garantia de compra de pelo menos 6.287.000 km2.

 

O Pregão foi realizado no dia 09 de dezembro de 2015 e contou com a participação das seguintes empresas:

Geoambiente (COSMO-SkyMed)

Space Imaging Brasil (RADARSAT-2)

Visiona Tecnologia Espacial (TerraSAR-X)

 

A empresa vencedora foi a Geoambiente, oferecendo imagens dos satélites da constelação COSMO-SkyMed.

 

O contrato foi assinado em 01 de março de 2016, com validade de um ano.

Até o momento, a Geoambiente já forneceu as seguintes coberturas:

Abril/Maio de 2016: 1.537.000 km2

 

O Censipam já está processando as imagens recebidas, e o SARscape tem se mostrado muito eficiente para os objetivos do projeto Amazônia-SAR.

 

Calendário das atividades para fornecimento de imagens de radar orbital:

 

Calendário de atividades 

 

Contratação da Solução Multissatélite

 

Sistema Integrado de Alerta de Desmatamento por Radar Orbital (SipamSAR)

 

O SipamSAR tem como objetivo principal a aquisição, implantação, operacionalização e manutenção de uma solução multissatelital de observação da Terra completa.

Esta solução inclui:

o fornecimento de uma antena de recepção de dados transmitidos por satélites em bandas-X e S e transmissão de comandos para os satélites em banda-S, com o respectivo pedestal;

a construção da Estação de Recepção e Gravação de Dados Orbitais;

o Centro de Tratamento e Visualização de Dados;

as estações de trabalho para processamento, visualização e análise dos dados orbitais de satélites;

as imagens, os dados digitais e sinais analógicos transmitidos por satélites de micro-ondas;

os treinamentos técnicos voltados para as operações da antena, da Estação de Recepção e Gravação de Dados e do Centro de Tratamento e Visualização de Dados, e para análise e interpretação das imagens orbitais;

os seminários técnicos sobre o uso de imagens de radar orbital no monitoramento florestal, o programa de pesquisa, bem como o provimento de serviços técnicos especializados, entre outros.

 

 

O Censipam optou pela aquisição do SipamSAR por meio de uma Concorrência Pública do tipo “técnica e preço”.

 Calendário das atividades da Concorrência:

Calendario_atividades_concorrencia.PNG

 

Sistema Integrado de Alerta de Desmatamento por Radar Orbital – SipamSAR

Subsistema Antena – ANT

Subsistema de Ingestão e Gravação de Dados – IGD

Subsistema de Coleta, Tratamento e Visualização de Dados – TVD

Subsistema Catálogo – CAT

Centros de Análise e Interpretação de Imagens e Geração de Produtos Avançados – CEN

Subsistema de Telecomunicações – COM

Subsistema de Logística – LOG

Subsistemas Complementares – CMP

Serviços de Sinais Analógicos, Dados Digitais e Imagens de Satélites de Radar Orbital – SDI

Serviços de Treinamento e Capacitação – T&C

Serviços Técnicos Especializados – STE

 

 

Subsistema Antena – ANT

 A antena (estrutura metálica em parábola motorizada) é o equipamento que recebe os sinais de radar diretamente dos satélites, enquanto que a Estação de Recepção é um conjunto de computadores, equipamentos de RF (Rádio Frequência), como os demoduladores, periféricos e softwares que recebem os sinais da antena e os decodifica gerando os dados digitais que serão processados.

O subsistema Antena deverá apresentar a capacidade de operação autônoma e também de operação remota, além da operação local.

 

Subsistema de Ingestão e Gravação de Dados – IGD

 O subsistema de Ingestão e Gravação de Dados é responsável por receber os dados digitais, convertidos dos sinais analógicos em banda-X captados pela antena, e gravá-los em meio digital. Neste momento, os dados digitais satelitais estão em estado bruto. O subsistema apresenta uma pequena capacidade de gravação de dados, que indica de forma automática o percentual comprometido e a quantidade livre para novas aquisições. O subsistema pode apresentar um dispositivo de armazenamento de dados. O subsistema IGD deverá apresentar a capacidade de operação autônoma e também de operação remota, além da operação local.

 

Subsistema de Coleta, Processamento e Visualização de Dados – TVD

O subsistema de Coleta, Tratamento e Visualização de Dados é responsável por interpretar os dados digitais satelitais, separando os dados de imagem dos dados auxiliares. Em seguida, ele é responsável por gerar os produtos imagem e os respectivos metadados. Este subsistema é responsável também pela geração e validação do plano de aquisição de dados. Por fim, o TVD é responsável também pela visualização de forma integrada de um conjunto de dados gerados pelo Censipam e que subsidiarão a execução das tarefas do SipamSAR subsistema pode apresentar um dispositivo de armazenamento de dados.

 

Subsistema Catálogo – CAT

O subsistema Catálogo é responsável pelo armazenamento das imagens e metadados de satélites radar e pelo acesso a estes produtos por parte da equipe técnica e operacional do SipamSAR. Por meio do Catálogo um técnico poderá fazer consultas, usar filtros restritivos, selecionar e adquirir imagens. O subsistema apresenta uma pequena capacidade de armazenamento de imagens e seus respectivos metadados.

 

Centros de Análise, Interpretação de Imagens e Geração de Produtos Avançados – CEN

Os Centros de Análise, Interpretação de Imagens e Geração de Produtos Avançados são responsáveis por integrar as imagens geradas pelo subsistema de Coleta, Tratamento e Visualização de Dados com diversos outros dados geográficos para geração de produtos de valor agregado. Os Centros estão localizados na sede, em Brasília-DF, e nos Centros Regionais, de Belém (PA), Manaus (AM) e Porto Velho (RO).

 

Subsistema de Telecomunicações – COM

 O subsistema de Telecomunicações será responsável pela comunicação segura e pela integridade dos dados tanto na circulação interna, entre os diversos subsistemas e os Centros Regionais, bem como na circulação externa, como, por exemplo, na comunicação com os operadores de satélites e outras instituições públicas (ex.: INPE e IBAMA).

O subsistema deverá conter a topologia da rede, incluindo a comunicação satélite-antena (duas mãos), desta para o IGD, do IGD para o TVD, do IGD para o INPE, do TVD para o CAT, do TVD para os Centros de Análise e Interpretação de Imagens e Geração de Produtos Avançados (duas mãos), do TVD para o INPE (duas mãos), dos Centros de Análise e Interpretação de Imagens e Geração de Produtos Avançados para o IBAMA (duas mãos).

 

Subsistema de Logística – LOG

O subsistema de Logística será responsável pelo monitoramento de todo o transporte de equipamentos para o Censipam, incluindo os que serão importados, sendo responsável pelo controle de todos os itens sobressalentes adquiridos.

Além disto, todo e qualquer equipamento e software incluído na solução multissatelital deverá apresentar um plano de manutenção (preventiva e corretiva) a fim de evitar interrupções na aquisição e gravação de dados e de problemas que acarretem atrasos nos processos de geração e análise das imagens, bem como as garantias necessárias para o bom funcionamento da solução proposta.

O subsistema LOG é responsável pela garantia da perfeita execução da manutenção e da garantia de todos os equipamentos (HW) e softwares (SW) da solução multissatelital.

 

Subsistemas Complementares – CMP

Os subsistemas complementares serão responsáveis pela garantia do bom andamento das obras civis e de infraestrutura.

As obras civis abrangem principalmente a estrutura relativa à antena multissatélite. Inclui o pedestal da antena, bem como a sala de operação da antena. Abrangem, ainda, a sala de operação do subsistema de Ingestão e Gravação de Dados. Estas salas de operação podem compartilhar a mesma estrutura física, e podem ser realizadas por meio de containers.

Em complemento às obras civis, é necessário prover um sistema de segurança e vigilância eletrônica no local da antena de sua operação, bem como no local de operação do subsistema de Ingestão e Gravação de Dados. Este sistema deve incluir controle de acesso, vigilância eletrônica interna e externa, e proteção contra incêndio e descarga atmosférica (incluindo aterramento das salas e instalação de para raio).

As áreas internas das salas de operação deverão ser climatizadas, dotadas de fontes de energia externa, incluindo energia solar, com gerador que garanta o funcionamento e a operação por pelo menos 30 minutos na ausência de provimento de energia pela rede local.

As áreas de operação devem contar ainda com rede de água e esgoto e de tratamento de resíduos sólidos.

Além destas, serão necessárias obras de infraestrutura para adequar o Centro de Tratamento e Visualização de Dados às necessidades da operação do SipamSAR.

Por fim, a construção de um Centro de Documentação Técnica e Operacional, responsável por manter todos os documentos deste Contrato, sejam eles relacionados às áreas técnica, administrativa, operacional ou logística, integrado ao SEI ou ao SIS/UFRN).

 

Serviços de Sinais Analógicos, Dados Digitais e Imagens de Satélite de Radar Orbital – SDI

Os dados orbitais de radar serão fornecidos na forma de imagens, de dados digitais brutos (telemetria virtual), correspondente ao trem de bits gravado sequencialmente a bordo do satélite, ou na forma de sinal analógico para recepção na Estação de Recepção e Gravação (telemetria real).

No início do projeto, serão fornecidas imagens já processadas para o trabalho de análise e interpretação e geração de produtos avançados. Tão logo o subsistema de Coleta, Processamento e Visualização de Dados esteja operacional, será fornecida a telemetria virtual para processamento pelo SipamSAR. Por fim, quando o subsistema Antena estiver operacional, os sinais analógicos serão recebidos, gravados e processados pelo SipamSAR.

 

Serviços de Treinamento e Capacitação – T&C

A solução multissatelital, objeto desta licitação, encerra diversos treinamentos, com diferentes finalidades, desde o treinamento operacional até o treinamento eminentemente técnico, passando pelos seminários:

Antena: treinamento para configuração, operação e manutenção da antena, incluindo a programação de aquisição do sinal analógico satelital.

Subsistema Antena: treinamento para configuração, instalação, operação e manutenção do subsistema.

Subsistema de Ingestão e Gravação de Dados: treinamento para configuração, instalação, operação e manutenção do subsistema.

Subsistema de Coleta, Tratamento e Visualização de Dados: treinamento para configuração, instalação, operação e manutenção do subsistema.

Centros de Análise, Interpretação de Imagens e Geração de Produtos Avançados: treinamento técnico em análise e interpretação de imagens radar orbital e treinamento para configuração, instalação, operação e manutenção dos aplicativos ofertados pelos Serviços Técnicos Especializados.

Subsistema de Telecomunicações: treinamento para configuração, instalação, operação e manutenção do subsistema.

Subsistema de Logística: não há treinamento específico.

Subsistemas Complementares: não há treinamento específico.

Além destes, haverá seminários internos de avaliação, com participação de convidados de organizações públicas relacionadas ao projeto, para discussão dos resultados alcançados pelo projeto, bem como um programa de pesquisa integrando a CONTRATADA, o Censipam, a Universidade de Brasília (UNB), a Universidade Federal do Amazonas (UFAM), a Universidade Federal do Pará (UFPA), a Universidade Federal de Rondônia (UNIR) e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), entre outras entidades acadêmicas e de pesquisa que queiram participar.

 

Serviços Técnicos Especializados – STE

Os serviços técnicos especializados compõem um suporte técnico às equipes do Censipam encarregadas de gerar os produtos advindos dos dados e imagens de satélite radar.

Estes serviços devem garantir suporte na aquisição, tratamento e análise de dados e métodos correntes em nível adequado às necessidades do Projeto Amazônia SAR.

Eles compreendem o fornecimento de um conjunto de aplicativos que auxiliarão as atividades referentes ao SipamSAR.

 

 

Desenvolvimento de ferramenta de automatização da produção

 

Acordo Técnico com o INPE

O Censipam e o INPE pretendem firmar um acordo. A ideia é o INPE  se responsabilizar por parte significativa da capacitação da equipe técnica do Censipam, bem como pelo desenvolvimento de uma ferramenta que auxiliará a equipe em sua tarefa de monitoramento sistemático do desmatamento da Amazônia.